esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

15/04/2015

Nota Conjunta: Sindicatos do Paraná e Fenaj repudiam perseguição de jornalistas

Nota Conjunta: Sindicatos do Paraná e Fenaj repudiam perseguição de jornalistas

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná e Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) vêm a público denunciar ameaças à vida de jornalistas da Rede Paranaense de Comunicação (RPC) que estão publicando matérias sobre a rede de corrupção e pedofilia que infelizmente assola a Receita Estadual do Paraná.


Isso é uma grave ameaça à liberdade de imprensa e ao exercício profissional dos que cumprem seu papel de investigar e divulgar crimes que acontecem em nosso Estado.


Os Sindicatos e a Federação Nacional dos Jornalistas defendem o trabalho dos profissionais e exigem que sejam feitas investigações para que se punam os culpados e para que haja segurança para o livre exercício do jornalismo no Paraná.


As entidades de defesa dos trabalhadores jornalistas, assim como toda a sociedade, estão assombrados com as denúncias de corrupção e pedofilia e apoiam a continuidade das investigações pelo Ministério Público e pela Polícia Federal para que todos os envolvidos sejam responsabilizados e punidos.


Essas ameaças são mais graves ainda por acontecerem num cenário em que as investigações envolvem pessoas muito próximas ao governador, como seu parente, Luiz Abi Antoun, e o ex-inspetor geral de fiscalização da Receita Estadual, Marcio de Albuquerque Lima.


Queremos um Estado livre da corrupção e com segurança para o exercício do Jornalismo.


Queremos investigação para as ameaças contra a vida de jornalistas no Paraná e contamos com o apoio da população.

Autor:Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná / SindijorPR / Fenaj