esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

04/05/2017

SindijorPR e Fenaj querem garantir acesso de jornalistas durante depoimentos à Justiça no dia 10

SindijorPR e Fenaj querem garantir acesso de jornalistas durante depoimentos à Justiça no dia 10

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), juntamente com a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), vê com preocupação a decisão da Justiça Federal do Paraná em limitar o acesso aos depoimentos à Operação Lavajato, marcados para o próximo dia 10.


Pela portaria 744 de 03 de maio, terão direito de entrar no edifício da Justiça apenas pessoas que estejam diretamente envolvidas com os depoimentos. Jornalistas, que acompanham os desdobramentos da Operação Lava Jato, seriam realocados em lugares em que não haveria acesso para acompanhar nem mesmo a chegada de testemunhas, partes e advogados. Este depoimento contará com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


O diretor-presidente do SindijorPR, Gustavo Vidal, acredita que a medida é contrária à prática que vinha sendo adotada até aqui em todos os depoimentos. “Nós queremos ter a garantia de que o jornalista possa exercer livremente sua função, como vinha sendo feito desde o início da operação em 2014 até aqui”, reforça.


O SindijorPR e a Fenaj enviaram à Justiça Federal, à Polícia Federal e à Secretaria de Segurança Pública do estado ofício requerendo garantias mínimas para que jornalistas tenham seu direito de trabalhar garantido. As entidades ainda avaliam a solicitação de reunião com os órgãos públicos caso medidas para atender às demandas dos profissionais da imprensa não sejam atendidas.

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR